LIGUE GRÁTIS: 0800 878 3169

Precisa gerar boletos? Tire suas dúvidas aqui!

Precisa gerar boletos? Tire suas dúvidas aqui!

A transformação da era digital permite que pequenas e médias empresas se desenvolvam no mercado em que atuam a partir de um sistema de gestão que possibilite a emissão fiscal de forma intuitiva e eficiente.

Com essas possibilidades tecnológicas, é possível estabelecer os objetivos para um crescimento rentável e lucrativo com maior segurança e efetividade.

No entanto, alguns questionamentos são enfrentados em relação ao fornecimento de boletos para o pagamento de produtos e serviços.

Se sua empresa precisa gerar boletos e tem dúvidas de como fazer, acompanhe esse artigo e tire as suas dúvidas!

Requisitos para gerar boletos

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem gerar boletos. É imprescindível que você tenha uma conta no banco, um convênio e uma carteira de cobrança. Depois, o próximo passo é escolher o agente responsável por esta intermediação.

Este agente pode ser uma agência bancária (um processo mais burocrático) ou um intermediador de pagamentos, uma plataforma online que trabalha diretamente com transações.

Vale ressaltar que se você optar por escolher um banco e principalmente se for pessoa física, você poderá sair na desvantagem ao abrir uma carteira de cobranças, pois é cobrado taxas.

Além disso, os bancos poderão cobrar adicionais de manutenção do boleto e da conta, alteração de cobrança e emissão. Por isso, avalie bem na hora de escolher.

Entretanto, caso você busque um custo menor para realizar esta emissão, o intermediador de pagamentos pode ser ideal para você.

Além de poder receber de pessoas desbancarizadas, ele apresenta pagamentos em todas as agências e também fornece a opção de internet banking, correios e lotéricas.

Portanto, avalie qual agente poderá oferecer a melhor experiência para você.

Emissão de boletos

O boleto é um agente facilitador para a realização de pagamentos e para a execução de cobranças pela negociação de um produto ou de serviços.

Podem-se definir os boletos bancários como aqueles que são registrados e aqueles que não são registrados e devem conter alguns campos obrigatórios que são característicos e de extrema importância para que golpes e fraudes sejam evitados.

Para identificar as informações obrigatórias de um boleto bancário, é preciso compreender quais são essas informações. Deixamos a seguir cada uma delas para você ficar sempre de olho em quais documentos são confiáveis para pagamento:

• Determinação do banco com o nome da instituição que receberá o valor;

• Deve conter os dados e as informações da instituição;

• Valores de desconto, abatimentos, multas e tarifas que serão cobrados no boleto, assim como determinar os juros após a data de pagamento;

• A data em que o documento é emitido e o local onde pode ser pago;

• Deve conter o código de barra e o valor total constante no boleto;

• Deve ter uma linha digitável e a ficha de compensação, assim como a identificação das informações de transação bancária.

Com essas informações determinadas é possível acompanhar a legitimidade do documento, garantindo uma transação segura e transparente.

Tipos de boletos

Como vimos acima, para gerar boletos é necessário preencher diversas lacunas para que ele seja confiável e livre de fraudes. Mas, além disso, não existe apenas um tipo de boleto, existem três, sendo:

Boleto avulso – Estes são os mais comuns que você pode encontrar, são utilizados para diversas finalidades. Podemos ter como exemplo, o pagamento de matrículas escolares.

Boleto carnê – Como seu próprio nome diz, está atrelado ao pagamento de prestações. Por ser prático, ele inclui todas as parcelas que necessitam ser pagas, como no caso de compra parcelada de uma geladeira, por exemplo. Pode ser pago em qualquer rede bancária.

Carnê simples – Como no Brasil uma a cada três pessoas não possuem contas bancárias, este tipo de boleto é perfeito. Ele pode ser pago no próprio estabelecimento.

Portanto, devido a estas variações, suas cobranças também são diferentes, como você pode conferir a seguir.

Cobrança registrada

O boleto bancário registrado é aquele onde há uma comunicação do fornecedor com o banco para informar as transações bancárias que deverão acontecer através do CNPJ ou CPF do negociante.

Nessa comunicação, são estabelecidos os valores que devem ser cobrados em caso de atraso de pagamento e a forma de recebimento dos valores após a data de vencimento.

Essas informações são enviadas ao banco através de um sistema integrado que disponibilizará o boleto para a empresa que emitirá ao cliente consumidor.

Cobrança não registrada

Os boletos não registrados são simples e não possuem dados e informações enviados ao banco, não sendo utilizado nenhum sistema integrado com agências bancárias específicas.

Esse tipo de boletos é comum em sistemas e-commerce, onde o cliente realiza o pagamento dos produtos ou do serviço, somente após a identificação dos valores pagos, os produtos serão entregues ao destino do comprador.

Por oferecerem baixa segurança, algumas normas foram estabelecidas nesses procedimentos de emissão para que o consumidor não seja vítima de fraudes e perdas financeiras.

Outros tipos de cobranças

Além dos boletos bancários registrados e não registrados, existem os boletos de cobrança que se encontram em três categorias distintas.

Cobrança rápida

Na cobrança rápida, a emissão dos documentos acontece de forma direta, onde o banco envia para empresa as informações e os documentos necessários para a emissão da conta. Existe a conexão da agência com a empresa, onde acontece a troca de informações em um sistema bancário.

Cobrança indexada

Nas cobranças indexadas, os boletos sofrem alteração no seu valor, que deixa de ser fixo devido às tributações, juros ou diferentes tipos de moedas estrangeiras utilizadas nos processos de compra e venda.

Cobrança vinculada

Nas cobranças vinculadas, a empresa realiza a retirada do valor antes da data de vencimento da conta, como uma forma de antecipação de títulos. É uma concessão da instituição para a empresa que ressarce o valor posteriormente, quando a conta for paga pelo cliente.

Ferramentas para emissão de boletos

Com o desenvolvimento tecnológico, para gerar boletos é preciso um sistema digital de fácil acesso para o usuário. As empresas que adotam um sistema que possibilite a gestão empresarial de forma completa, incluindo a emissão de notas de cobrança, possuem maior segurança e controle do seu setor financeiro.

Os sistemas automatizados para emissão de boletos geram a redução dos custos e despesas de um empreendimento através dos seus processos de venda.

Os meios de gerar boletos através de ferramentas digitais permitem agilidade na compensação dos valores, que demoram menos tempo que o dos cartões de crédito.

Com o pagamento realizado através do boleto, o valor da compra é compensado em poucos minutos após o pagamento do mesmo.

Como os valores de taxas são menores, a influência da utilização de boletos na gestão financeira de uma empresa tem um impacto positivo e melhora o fluxo de caixa, além de proporcionar resultados mais positivos.

Código de barras

Você sabia que ele vai muito além de riscos?

Cada barra representa um número correspondente a identificação e compensação do boleto. Estes risquinhos são uma representação gráfica de dados numéricos ou alfanuméricos.

Através do raio vermelho que é transmitido pelo leitor, a luz é absorvida pelas barras escuras e refletida nos espaços em branco entre as barras de volta para o leitor e, assim a sua leitura é feita. Com isso, os dados são interpretados pelo computador que os converte em números ou pontos.

Existem três modelos. O EAN/UPC é mais comum em comércios por ser menor para facilitar sua passagem no caixa. O GS1 Data Bar é mais utilizado em produtos perecíveis, contém data de validade e número de lote. Já o CODABAR, pode até incluir caracteres especiais.

Consulta de boletos

É possível consultar o boleto antes mesmo de ser confirmada a transferência bancária, para se ter certeza de que o cliente realizou corretamente o pagamento.

Isso pode ser feito através do comprovante de pagamento, que possui o mesmo código de barras do boleto. Principalmente antes e depois da emissão do boleto, é necessário checar a data de pagamento e os dados bancários.

Apenas não se pode consultar os pagamentos agendados, pois pode ser invalidado por diversos fatores como: cancelamento ou saldo insuficiente.

Vantagens do boleto bancário

Realizar as suas transações comerciais a partir dos boletos bancários é uma forma de negociação segura e que proporciona um maior controle financeiro para a sua empresa. Dentre suas vantagens, temos:

Acréscimo de vendas

Embora muitas pessoas prefiram utilizar o cartão de crédito para o pagamento de suas compras, gerar boletos bancários ainda é uma opção dos mais procurados pelos compradores em potencial.

Isso acontece pelo fato das taxas e juros serem menores que os de cartões de crédito e por proporcionar maior facilidade e autonomia para o pagamento.

Essa alternativa é muito utilizada também por consumidores que possuem crédito negativado e encontram no boleto bancário uma forma viável para o pagamento de suas compras.

Desenvolvimento de empresas

O atendimento ao cliente é muito importante para o desenvolvimento de uma empresa. Para que esse atendimento seja satisfatório, é necessário que o cliente encontre as soluções para os seus problemas, inclusive no momento de pagar as suas compras.

Empresas que possibilitam opções variadas para o pagamento de contas se expandem de forma significativa no mercado em que atuam, por atingirem de forma satisfatória o seu cliente.

Evita a inadimplência

Hoje, muitas empresas utilizam não apenas o cartão de crédito como opção de pagamento em relação aos produtos ou serviços adquiridos pelos seus clientes, mas também o carnê, que pode ser traduzido como uma forma de pagamento a prazo.

Ao adotar o carnê como forma de pagamento, a empresa possibilita que o cliente tenha um prazo maior para pagar pelo produto ou serviço que comprou. O prazo de pagamento de um carnê pode variar conforme a negociação feita no ato da compra. Embora seja uma opção de pagamento atrativa para muitas pessoas, cabe destacar que o carnê tem influenciado diretamente o aumento da taxa de inadimplência, ou seja, a situação na qual o cliente não paga pelo produto que comprou, deixando, com isso, muitas empresas na mão.

Por isso, a melhor forma de evitar essa realidade é adotando o boleto. O pagamento do boleto sendo efetuado pelo cliente, você não precisa mais se preocupar, pois o dinheiro cai em sua conta em alguns dias úteis, favorecendo assim a boa relação entre empresas e clientes.

Gera economia para sua empresa

Você sabia que o boleto bancário oferece, de uma forma geral, um custo de operação menor do que o praticado pelas operadoras de cartão de crédito? Uma operadora de cartão de crédito pode cobrar até 6% do valor de uma compra, o que, na prática, faz uma parte do seu lucro ser destinada ao pagamento da operadora.

Por exemplo, se o cliente X comprou R$ 100,00 em produtos de sua empresa e pagou por meio de cartão de crédito, a operadora poderá cobrar até R$ 6,00 a título de taxas, o que pode onerar não apenas a sua empresa, mas a sua relação com os clientes.

Tendo ciência disso, você pode optar pelo boleto como forma de pagamento e, assim, garantir descontos para seus clientes. No lugar de pagar até 6% à operadora de cartão de crédito, você transforma esse valor em uma estratégia de desconto para seus clientes, o que pode encantá-los e diferenciar seu negócio no mercado.

O dinheiro pode cair em sua conta em alguns dias úteis

Outra incrível vantagem pela qual vale a pena adotar o boleto como forma de pagamento é o fato de que se trata de uma opção que garante que sua empresa receba o valor da compra em alguns dias úteis. Via de regra, o valor da compra é repassado para a empresa em até dois dias úteis.

No entanto, ao optar por cartão de crédito como forma de pagamento, a operadora do cartão de crédito pode demorar até 30 dias para repassar o dinheiro fruto da venda que a sua empresa realizou.

Assim sendo, podemos dizer que o boleto é uma opção de pagamento disponibilizada ao consumidor que pode trazer algumas vantagens para a empresa, sendo esta uma das mais importantes. Com dinheiro no caixa, a organização pode honrar seus compromissos e investir em excelentes oportunidades de negócios.

Agora que sabe de tudo isso, que tal investir em boletos como forma de pagamento pelos produtos ou serviços que a sua empresa comercializa? Nesse sentido, podemos ajudá-lo. Contamos com um software que otimiza a emissão de notas fiscais, boletos bancários e de outros produtos financeiros.

Se você deseja entender mais sobre esses sistemas de gestão empresarial. Acesse nosso site e solicite uma demonstração. Nossos profissionais são qualificados para o seu atendimento.

 

banner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale pelo whatsapp

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar" você concorda com o uso de cookies. Saiba mais acessando nosso termo de uso.

voltar ao topo