LIGUE GRÁTIS: 0800 878 3169

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e): o que é e como emitir?

nota-fiscal-de-consumidor-eletronica-nfc-e-o-que-e-e-como-emitir

Há décadas que o poder público vem reforçando a importância de sempre solicitar a Nota Fiscal. Tentaram chamar a atenção dos consumidores para a necessidade de exigir o documento fiscal, campanhas em:

– Jornais;

– Revistas;

– Rádio;

– E até mesmo em telenovelas

A Nota Fiscal é a garantia de que o imposto será recolhido pela administração pública, afinal, são esses recursos que se transformam em investimentos em:

– Infraestrutura;

– Saneamento básico;

– Educação;

– Saúde;

– Segurança;

– Entre outras coisas.

Tempos mudaram, e as formas de garantir a sua Nota Fiscal também se transformaram. Hoje em dia, já existe a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

O que é a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e)?

Vivemos em meio à chamada Era Digital, um período em que as estruturas e elementos tecnológicos e digitais são parte cotidiana da vida das pessoas e de empresas de grande, médio, e até mesmo de pequeno porte.

Tributação fiscal também entrou na Era Digital e, nos tempos atuais, a Nota Fiscal é eletrônica. A NFC-e nada mais é que a Nota Fiscal armazenada e emitida de forma eletrônica/digital. Ou seja, todo o processo em torno da NFC-e acontece digitalmente.

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) veio para substituir as Notas Fiscais de Venda ao Consumidor e o cupom fiscal gerado pelas impressoras ECF.

Não confunda a NFC-e com a NF-e

É fundamental salientar que a NFC-e e a NF-e são documentos distintos e que possuem diferentes finalidades.

A NFC-e é emitida nas vendas diretas ao consumidor final, já a NF-e embarca os diversos outros tipos de transações, como, por exemplo, exportações e transferências ou devoluções de mercadorias.

O que é o DANFE?

O DANFE é o Documento Auxiliar da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, uma documentação complementar que traz um resumo das informações da NFC-e. Esse documento é impresso e entregue diretamente ao consumidor, que pode acessar a sua nota fiscal por meio do ambiente digital.

Nesse documento, verificamos a presença de um recurso tecnológico muito popular nos tempos atuais: o QR Code. Por meio desse código digital impresso no DANFE, é possível acessar o conjunto de informações presentes na Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Como emitir a NFC-e?

Para emitir a NFC-e, é preciso atender a alguns requisitos e contar com determinados recursos tecnológicos em seu estabelecimento.

Para gerar a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), é imprescindível ter, pelo menos:

– Computador;

– Acesso à internet;

– Impressora, para o DANFE;

– Programa, ou seja, software, de emissão de NFC-e.

Também é fundamental atender aos requisitos legais e burocráticos. Nesse sentido, é imprescindível ter o Certificado Digital de Pessoa Jurídica, estar com a Inscrição Estadual (IE) em dia, e possuir o credenciamento e a permissão da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) de seu estado.

Vale lembrar, que no momento do credenciamento na SEFAZ é disponibilizado outro item muito importante: o Código de Segurança do Contribuinte (CSC).

Gostou do texto? Entre em contato conosco. Preencha o formulário eletrônico com o seu nome, e-mail e telefone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale pelo whatsapp

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar" você concorda com o uso de cookies. Saiba mais acessando nosso termo de uso.

voltar ao topo