LIGUE GRÁTIS: 0800 878 3169

Confira como é fácil emitir a DANFE online com a Base ERP

confira-como-e-facil-emitir-a-danfe-online-com-a-base-erp

Entenda o que significa DANFE

O DANFE é uma concepção física, impressa em papel e simplificada, da nota fiscal. Suas principais atribuições são: realizar o acompanhamento da mercadoria em trânsito e conceder acesso ao XML da nota fiscal eletrônica.

Através da impressão deste documento, você consegue fazer a consulta da nota armazenada dos servidores da SEFAZ, por meio da chave de acesso ou de um código de barras. Além dessa finalidade, o DANFE ainda porta um resumo referente à nota fiscal eletrônica, desde emitente e destinatário, até o valor geral da carga. Geralmente, o DANFE é impresso anteriormente ao transporte e circulação da mercadoria.

Como você consegue gerar o DANFE?

Quando você for realizar a emissão da nota fiscal eletrônica, é recomendado que você faça a geração da DANFE, que é imposto para o contribuinte de qualquer ramo. Ele é gerado no formato de arquivo em PDF. Para você preencher, você precisa dos dados contidos no arquivo XML da nota, referente a ela.

É por meio dele que você irá originar o DANFE, e por isso, tal etapa é uma das últimas do ciclo de emissão da nota fiscal eletrônica. É fundamental que os dados contidos no DANFE estejam congruentes às do arquivo XML da nota. Caso contrário, ele será reconhecido como um documento falso, que por sua vez pode acarretar em prejuízos com a fiscalização.

Informações requisitadas pelo DANFE

Mesmo sendo razoavelmente flexível, algumas informações da NF-e devem ser preenchidas no DANFE. De um modo geral, são informações referentes ao transporte dos produtos. Entre elas estão: emitente, natureza da operação, frase que remete ao DANFE, data e hora de quando a mercadoria saiu, informações sobre a transportadora, lista de itens e reconhecimento do veículo.

Código de barras e chave de acesso

Conforme vimos anteriormente, ainda que DANFE desempenhe a função de substituir a nota em determinadas situações e de inspecionar as mercadorias, seu principal papel ainda é facilitar o acesso, a NF-e, de fato, guardada nos servidores da SEFAZ de seu estado. Tal função é cumprida por meio de dois recursos: o código de barras e chave de acesso.

A Chave é a sequência numérica única que representa a nota. Quando pesquisada no portal da SEFAZ, o usuário consegue acessar a nota completa. Tal número deve estar disposto em todo DANFE. Ao passo que, o código de barras, nada mais é, do que a trilha da Chave de Acesso. Você pode usar o leitor óptico, para acessar a NF-e sem digitar a chave de acesso, já que é uma sequência numérica bem extensa.

Como implementar DANFE no meu software?

Para efetuar o módulo de emissão da nota fiscal eletrônica no seu software é preciso estudar e elaborar todas as rotinas de constituição de arquivo, se comunicar com todo web service de cada SEFAZ, aprender regras de validação, layout, contingência, entre outras habilidades. Para te ajudar nessa tarefa, você deve contar com o apoio de uma equipe especializada em desenvolvedores de software, poupando poupar esforço e tempo com Notas Fiscais eletrônicas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale pelo whatsapp

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar" você concorda com o uso de cookies. Saiba mais acessando nosso termo de uso.

voltar ao topo